• Postado: 27 July 2021
  • Categoria: Notícias

Dia de Luta da Educação na Paraíba tem atividades nas 14 regionais

Na manhã desta terça-feira (27), o SINTEP-PB protocolou mais um ofício com pedido de audiência com o governador João Azevedo. Desta vez, a representação sindical foi recebida pelo chefe de Gabinete Ronaldo Guerra no Palácio da Redenção. Já na Assembleia Legislativa, o pedido de audiência foi direcionado ao presidente da Casa, deputado Adriano Galdino, pedido que foi recebido pelo deputado Anísio Maia, presidente da Comissão de Educação da ALPB. Além da ação na Capital, que engloba a 1ª Regional de Educação, também houve protocolo nas demais 13 regionais.

"A Secretaria de Educação não está dando respostas aos problemas, que se acumulam. Inclusive, o representante do governador afirmou que desconhecia boa parte dos problemas que apontamos e que constam na nossa pauta de reivindicações. E mais. Ele ainda nos relatou que ouviu do próprio governador uma orientação dada ao secretário Cláudio Furtado para que este se reunisse com o sindicato para tratar sobre os temas", afirma Antonio Arruda, coordenador geral do SINTEP-PB.

Da conversa de hoje no Palácio da Redenção não foram firmados compromissos concretos por parte do Governo, apenas mais promessas de que as reivindicações serão estudadas, sem dar prazos. Assim, o SINTEP-PB seguirá lutando pela pauta de reivincações que apresentou e pelo direito básico de que a categoria seja ouvida pelo chefe do poder Executivo.

Apesar desta postura, Felipe Baunilha, diretor do SINTEP-PB avalia que este dia 27 "foi um ótimo momento para encorajar toda a categoria a denunciar os descasos que estão ocorrendo na educação do Estado. Atos simbólicos nas 14 regionais e entrega da nossa pauta para os poderes Executivo e Legislativo. Continuaremos nossa mobilização e, ao final de agosto, faremos uma assembleia geral. Com certeza, se não houver uma proposta concreta do Governo, a categoria encaminhará mais mobilizações".