• Postado: 01 April 2022
  • Categoria: Notícias

Diretora acusada de agressão falta a mais uma audiência

Nesta terça-feira (04), foi dada continuidade à audiência da Comissão Permanente de Inquérito, no âmbito da Secretaria de Educação da Paraíba, sobre o caso da diretora Paula Meirelles, da ECIT João Caetano, em Bayeux. Ela é acusada de praticar assédio moral e violência física contra funcionários da escola. No decurso do processo, apareceram também denúncias de má gestão administrativa da unidade escolar.

Mais uma vez, a acusada não compareceu à audiência. A última aconteceu no dia 23/11. Agora, sequer apresentou atestado médico e nem seu corpo de advogadas se fez presente. O SINTEP-PB acompanha o caso desde o início por meio de sua Diretoria e do escritório Castilho Advogados. O caso é acompanhado ainda pela Seção de Direitos do Cidadão e dos Direitos Humanos da Defensoria Pública do Estado.

“Provavelmente, a Comissão tomará uma decisão à revelia pelas seguidas ausências da acusada e abrirá prazo para defesa por escrito”, afirma o advogado do sindicato Anselmo Castilho, que esteve hoje na SEECT para a audiência.

O sindicato chama para que a categoria divulgue ao máximo esta situação inadmissível e cobra da Secretaria de Educação a imediata exoneração desta pessoa que já demonstrou não ter quaisquer condições de estar à frente da direção de uma escola.